Buscar
  • Ascom Clínica Cattai

Reabilitação de pacientes pós Covid-19 será tema de capacitação


Imagem de uma mulher com máscara branca Pff2
Covid-19 pode deixar diversas sequelas | Foto divulgação Wix

A Secretaria de Saúde do Paraná promoverá Capacitação Multiprofissional em Reabilitação pós Covid-19. A organização é da Diretoria de Atenção e Vigilância em Saúde por intermédio das equipes técnicas da Divisão de Saúde da Pessoa com Deficiência e Divisão de Saúde da Família, em parceria com a Escola de Saúde Pública do Paraná.

“Evidências científicas e também nossas observações nestes treze meses de enfrentamento da pandemia mostram a infecção pelo SARS-CoV-2 sugere sequelas nos sistemas nervoso central, respiratório e cardiovascular. Por isso, a importância da capacitação; estamos atualizando e preparando profissionais para estes cuidados especiais junto a população”, afirmou o Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

O curso terá início no próximo dia 23, com 17 horas de duração, em datas que serão distribuídas até o dia 6 de agosto.

“Nosso objetivo é capacitar o profissional que atua na Atenção Primária à Saúde como fisioterapeuta, educador físico, nutricionista, assistente social, farmacêutico, psicólogo, cirurgião dentista, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, enfermeiro e médico, mas os profissionais que atuam em outros pontos de atenção, dentro destas áreas, também poderão participar”, informou a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Sesa, Maria Goretti David Lopes.

Temas – O conteúdo programático abordará: Informações e Notas Orientativas sobre a Covid-19, reabilitação intra-hospitalar, atenção contínua, plano de cuidados, principais sequelas pós-infecção por Covid-19, recursos teóricos para embasar a prática, recursos tecnológicos, entre outros.

Dez conselhos de classe apoiam a realização da capacitação que tem ainda a parceria do Complexo Hospitalar do Trabalhador, Hospital Universitário de Ponta Grossa e secretarias municipais de Saúde de Palotina e de Porto Vitória.

“Queremos proporcionar aos profissionais de saúde o aprofundamento quanto as possibilidades de tecnologias de cuidado, assim como qualificar o atendimento prestado ás pessoas que necessitam de reabilitação pós tratamento de infecção por coronavírus”, complementa a chefe da Divisão de Saúde da Pessoa com Deficiência, Aline Jarchel de Oliveira.

A metodologia utilizada será de videoaulas com profissionais de saúde de referência no atendimento em reabilitação pós-tratamento de infecção por SARS-CoV-2.

Site da Escola de Saúde Pública do Paraná. Acesse aqui.