Buscar
  • Yukê Comunicação

Médica ponta-grossense participa de evento internacional sobre a Toxina Botulínica Terapêutica

Entre os benefícios da Toxina estão à melhora da espasticidade e distonia


Foto da Drª Lígia Cattai em frente a um banner do evento
o evento trouxe novas perspectivas sobre reabilitação que podem ser aplicadas em Ponta Grossa | Foto: arquivo pessoal

Entre os dias 16 e 19 de janeiro, a Drª Lígia Cattai participou do Toxins 2019, evento para debater os avanços da medicina física e de reabilitação, como as metodologias para a recuperação de pacientes com espasticidade através das aplicações da Toxina Botulínica Terapêutica.


Com o tema “Basic Science and Clinical Aspects of Botulinum and Other Neurotoxins” (Aspectos Básicos da Ciência e dos Aspectos Clínicos da Toxina Botulínica e outras Neurotoxinas), o evento foi momento de aprimorar conhecimento sobre a reabilitação através de workshops, palestras e encontros com referências mundiais na área.


Segundo Lígia, o evento trouxe novas perspectivas sobre reabilitação que podem ser aplicadas em Ponta Grossa. “Os benefícios da aplicação da Toxina Botulínica são reais e as técnicas de tratamento têm avançado muito e por isso, médicos da área estão se aprimorando cada vez mais para proporcionar uma melhor qualidade de vida aos seus pacientes”, comenta.


Entre os workshops com presença confirmada pela médica estavam: Review of Common Gait Patterns in Children With Cerebral Palsy com Mark Gormley, para debater metodologias para melhorar a caminhada de crianças com paralisia cerebral, Adult Spasticity com o Dr. Alberto Esquenazi, um treinamento sobre a aplicação de Toxina Botulínica nas glândulas para controle do excesso de saliva, causada, por exemplo, pelo Mal de Parkinson ou paralisia cerebral e Other Neurological Uses for BoNT pelo brasileiro Francisco Cardoso.


“Cada workshop nos trouxe novas perspectivas de aplicação da Toxina, o que nos dá novas possibilidades para o tratamento dos mais diferentes problemas. No Toxins 2019, abordarmos casos reais e discutimos as melhores maneiras de auxiliar na recuperação dos pacientes.”, enfatiza.

Com mais de 10 anos de experiência em fisiatria, Lígia é hoje a única médica da área na região dos Campos Gerais a aplicar a Toxina. “Sem sombra de dúvidas, a Toxina Botulínica é importante aliada no tratamento de doenças que antes eram sem solução ou levavam anos para serem curadas”.


Crianças, adultos, idosos podem receber tratamento com a Toxina Botulínica Terapêutica para distonia e espasticidade, um auxiliar para a recuperação do paciente que também precisam fazer reabilitação, a fim dos resultados de recuperação serem os melhores possíveis.


Lígia Cattai é formada em medicina pela Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) em 2002, é especialista em Medicina Física e Reabilitação pela Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo, tem especialização em Eletroneuromiografia pela Divisão de Medicina de Reabilitação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo


Também é especialista em Neurofisiologia Clinica, título recebido em 2014 através do curso de Clinica Trials pela Universidade de Harvard, e mestrado em fisiatria pela Medicina interna da UFPR, com o tema Avaliação Clinica das Distonias na AEC3.



Medicina Física e de Reabilitação

A Medicina Física e de Reabilitação visa à prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças relacionadas aos nervos, músculos, articulações e ossos que podem produzir lesões temporárias ou permanentes.


Entre as doenças estão à paralisia cerebral, lesão medular, esclerose múltipla e Acidente Vascular Cerebral (AVC), com várias sequelas, como a espasticidade, que deixa os músculos duro e difíceis de serem controlados. Além das pessoas com deficiência, que segundo a Organização Mundial da Saúde somam 1 bilhão no mundo.